segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Deixa Deus planejar o seu 2009


"Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus". 
Fp. 3: 13-14

Estamos nos últimos dias de 2008 e como em todos os anos, é tempo de refletir sobre tudo que foi o ano que se passou e planejar novos rumos para o próximo ano. Entretanto, grande parte daquilo que planejamos nessa época, é esquecido logo nos primeiros dias do novo ano. Então surge um questionamento: "como evitar que nossos planos se percam com o passar dos dias?".
Paulo nos ensina que o primeiro segredo é esquecer das coisas que ficaram para trás, ou seja, não ficar lamentando aquilo que não foi feito, os erros cometidos ou adversidades, além de não se embriagar com a soberba daquilo que fora conquistado. As misericordias do Senhor se renovam todos os dias e nossa fé também deve ser renovada a cada dia, não fazendo como o povo de Israel que mesmo depois de libertos, sentiam saudades das cebolas do Egito.
Em seguida, Paulo nos revela que devemos prosseguir para o alvo, mas ele apresenta qual deve ser esse alvo: a soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.
Vocação, segundo o dicionário AULETE, é uma predestinação ou tendência natural para algo. Ou seja, nossa soberana vocação é cumprir aquilo que Deus nos ensinou através de Jesus Cristo: pregar o evangelho.
Quando colocamos o nosso foco no verdadeiro alvo a ser alcançado, todos os nossos objetivos serão concretizados, porque não é nossa própria força ou vontade (que tão cedo enfraquece), mas é o próprio Deus que cuida de nossas vidas, enquanto nos preocupamos com o chamado.
O segredo é buscar em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça, que Ele se encarrega de acrescentar todas as outras coisas.
Ao invés de ficar fazendo planos do que vai comprar ou quanto vai emagrecer esse ano, faça plano de quantas vidas vai alcançar e deixa Deus fazer os planos pra você. Afinal, os caminhos do Senhor são mais altos que o nosso e seus pensamentos, muito mais profundos.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Violência. Por quê?


"Pereceu o benigno da terra, e não há entre os homens um que seja reto; todos armam ciladas para sangue; caça cada um a seu irmão com uma rede". Mq 7:2

A violência no mundo alcançou um nível assustador. Todos os dias assitimos jornais repletos de notícias assutadoras de violência. Pai jogando filha pela janela, filho matando mãe, crimes brutais contra crianças, brigas, conflitos e guerras. Afinal de contas, o que está acontecendo com o Mundo? Seria o sinal do fim dos tempos?
Na realidade, todos estes sinais fazem parte dos acontecimentos que antecedem a vinda de Cristo, mas isso não significa que será hoje, ou amanhã, ou apenas daqui alguns anos. Também não significa que é tempo da igreja se levantar com discursos apocalíptos criando um caos ainda maior no mundo.
O que realmente Deus espera que aconteça nestes dias é que sua igreja se levante com o testemunho de um povo diferente. O senhor espera que cada um de nós comece a fazer aqui o que Jesus sempre fez: amar o próximo, ter compaixão pelas pessoas e principalmente, agir.
O único recado de Deus diante de tanta tristeza no mundo, é que é chegada a hora de pararmos de falar e começarmos a viver o evangelho, é o tempo da igreja mostrar uma nova possibilidade de sociedade, mais humanitária. Se Deus é amor e você tem Ele em seu coração, isso significa que a salvação da humanidade está em suas mãos, cabe a mim e a você contagiar todas as nações com o amor incondicional de Cristo.