sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Obedecer é Melhor que Sacrificar


" Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros". 1 Sm 15:22

Nessa passagem o Senhor expressou sua profunda indignação com Saul por ter guardado parte dos animais do inimigo para oferecer como sacrifício, ao invés de destruir totalmente tudo que era dos Amalequitas, conforme o Senhor ordenara.
O interessante é perceber que Saul separou esses animais para oferecer uma adoração a Deus, teoricamente era para uma "boa causa". Mas essa passagem deixa claro, que obediência é mais importante que qualquer outra atitude. Obediência é uma prova de amor, uma prova de reverência a Deus e a melhor forma de não se desviar dos propósitos de dEle em nossas vidas.
Mas o que me levou a falar desse texto hoje é perceber que infelizmente, apesar da bíblia falar tanto a respeito de obediência, a rebeldia tem se tornado característica marcante dessa geração. A ansiedade da geração Fast Food e a certeza de ser sempre senhores da razão tem levado jovens a ruína em todas as áreas de sua vida: seja espiritual, financeira, familiar ou nos relacionamentos.
A bíblia relata vários textos onde a obediência e submissão as autoridades foi fator fundamental para que a vontade de Deus se cumprisse. Davi foi caçado por Saul e quando teve a oportunidade de matá-lo, não fez por reconhecer a autoridade de Deus sobre a vida dele e por isso foi abençoado em seu reinado. Ainda jovem, Samuel tinha uma intimidade com Deus muito maior que a de Eli, mas mesmo assim permanecia obediente a ele.
Se você quer ser vitorioso em todas as coisas, simplesmente obedeça. Obedeça seus pais, seu patrão, as leis, sua cobertura espiritual e principalmente obedeça a Deus, porque só não devemos obedecer aquilo que vai totalmente contra os princípios bíblicos. Como Daniel, que desobedeceu os ordens do rei, porque sabia que nada poderia impedí-lo de continuar buscando ao Senhor.
Não importa se você "acha" que está certo ou errado, a bíblia fala que quando você se humilha, em tempo oportuno ele te exalta sobremaneira. Quem aprende a obedecer não erra, não desvia o seu caminho, se desenvolve, demonstra um verdadeiro ato de adoração e com certeza, NUNCA ESTARÁ SOZINHO!
Deus abençoe!

sábado, 30 de outubro de 2010

Menos pra mim!


" E o Senhor virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o Senhor acrescentou a Jó outro tanto em dobro a tudo quanto dantes possuía". Jó 42:10

Nesses últimos dias, Deus tem me feito avaliar com cuidado, qual tem sido a minha oração mais frequente e o resultado tem me surpreendido muito.

Percebi que tenho gasto muito tempo de minha oração "pedindo" coisas, seja de ordem material, realização de sonhos e projetos, um namoro ou até mesmo espiritual. Quando falo de "pedir" no espiritual, estou me referindo as vezes que entramos na presença de Deus para Adoração e de repente estamos pedindo para que Ele venha, faça algo e se manifeste em nossas vidas.

Na realidade, Adoração não é pra você "pedir" pela presença de Deus, mas "atrair" a presença de Deus. Ou seja, Deus não tem obrigação de se manifestar a nós, mas Ele é atraido pela Adoração apaixonada de seus filhos.

Não estou dizendo que não devemos pedir pra que o Senhor venha e faça algo em nossas vidas, afinal, a própria Bíblia diz que o Espírito e noiva dizem: "Vem!". Mas o que o Senhor me incomodou, é que nos acostumamos a usar petições em todas as nossas orações, quando na realidade, Deus se alegra com ações de graça, com um povo que reconhece quem Ele é e investe tempo simplesmente dizendo o quanto O ama, sem pedir nada em troca.

Nenhum pai deseja que seu filho entre em sua presença apenas para apresentar sua "lista de presentes". E se a sua próxima oração for para perguntar a Deus o que Ele precisa de você?? Ou pra dizer o quanto você ama a Deus e está disposto a morrer por esse amor??

O que alegra o coração de Deus é ver um filho se oferecendo para dedicar sua vida ao reino, quando o Senhor sabe que Ele é o que mais precisa de uma ajuda, uma oração ou um milagre. Foi assim com Jó, ele ainda estava na lama quando o Senhor pediu que ele orasse por seus amigos e naquele exato momento, Deus restituiu em dobro tudo que ele tinha perdido.

Esta palavra pode parecer dura pra você, como também foi pra mim, mas é exatamente isso que Deus espera de nós. Parar de reclamar e agradecer, de pedir e oferecer, de acusar e perdoar, parar de se preocupar e ter fé, parar de chorar e se alegrar. Porque mesmo quando você não diz nada, o Espírito Santo intercede por você e quando você cuida das coisas de Deus, ele cuida das tuas.

Ele sempre tem o controle!


“Nas suas mãos estão as profundezas da terra, e as alturas dos montes são suas”. Sl 95:4


O mundo todo acompanhou recentemente o caso dos 33 mineiros que ficaram presos dentro de uma mina no Chile. O que me impactou bastante em toda essa história, foi descobrir que parte deles saíram de lá com uma camiseta, onde esse versículo estava estampado junto a uma frase de agradecimento a Deus pela fidelidade. Só então comecei a meditar na profundidade das palavras do salmista nesse versículo.


Ficar presos em uma mina ha vários metros da superfície é certamente uma situação que somos tentados a acreditar que não existe solução. Entretanto, a forma milagrosa como foram salvos e a tranqüilidade com que saíram daquele lugar deixa claro que o Senhor esteve no controle o tempo todo e o milagre dos mineiros chilenos é um testemunho para as nações da soberania e autoridade de Deus.


Em nossa vida, passamos por momentos tão desesperadores, que parece que o Senhor se esqueceu ou não pode agir a nosso favor. Na realidade isso é um grande engano do inimigo, porque não importa onde a gente estiver, o Senhor estará sempre no controle, e agindo em favor daqueles que são fiéis a Ele.


Vi uma vez em algum lugar, que existe uma mola no fundo do poço. Acredito que realmente tem e essa mola é a graça de Deus que tira da lama e exalta aquele que se encontra abatido, ferido e humilhado.


Entenda que seu trabalho, sua escola, sua família e tudo aquilo que te cerca, pertencem a um Deus que te ama tanto, que moverá céus e terra para abençoar a sua vida.
Não importa se está tudo indo muito bem ou se você tem passado por grande tribulação, nunca se esqueça que Ele sempre tem o controle.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Além das tempestades


"Porventura fixarás os teus olhos naquilo que não é nada? porque certamente criará asas e voará ao céu como a águia". Pv 23:5

Esse versículo representa tudo aquilo que o Senhor ministrou em meu coração, no meio de um vôo para o Rio de Janeiro que fiz pela empresa que trabalho.
Deus me mostrou como perdemos nosso tempo preocupando-se com coisa tão insignificantes, rendidos diante de muralhas aparentemente intransponíveis, quando na realidade o anseio do coração de Deus é nos levar ainda mais alto, acima de todas essas coisas, mais perto d'Ele.
Naquela manhã, o tempo estava muito nublado e chovia na cidade de Campinas. Decolamos e logo já estávamos atravessando aquelas nuvens escuras. Depois de alguns minutos , a luz do sol começou a entrar pela janela do avião e um lindo céu azul surgiu acima daquelas nuvens. Nesse momento o Senhor começou a falar comigo que atravessar tempestades é algo inevitável, mas todas as tribulações não são NADA diante do que Ele tem pra nossas vidas.
É necessário passar pelas nuvens de tempestade para encontrar o lugar mais alto, a intimidade do Senhor, onde sua Glória brilha sobre nossas vidas e nos faz voar como águias.
Subir mais alto, significa continuar buscando, mesmo enquanto o céu ainda está nublado. É quando você percebe que quanto mais você ora, maior o problema vai ficando.
Se a sua tempestade parece estar cada vez maior, isso significa que agora você está passando no meio dela. Portanto, continue caminhando e logo estará acima desse problema, com asas, voando cada vez mais alto.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Tem que ser definitivo!


"E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?
E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais".
Jo 8:10-11


Essa é uma passagem muito conhecida e usada várias vezes para nos ensinar que não devemos acusar ninguém, porque somos todos pecadores e nosso perdão é pela graça de Deus. Entretanto, o que me chamou a atenção nesse versículo foram as últimas palavras de Jesus: "vai-te, e não peques mais". Não somente nesta passagem, mas todas as vezes que Jesus curava, fazia questão de enfatizar a importância de não voltar a pecar (Jo 5:14).

Se o pecado traz destruição, morte e nos afasta de Deus, será possível que depois de reconhecer o erro, ainda tenhamos a cara de pau de voltar a cometer o mesmo pecado?

Sim, nossa natureza humana e suja sempre acaba nos levando a desejar novamente o pecado, por isso Jesus faz questão de enfatizar a importância de não voltar a pecar. Porque quando praticamos o mesmo pecado, o perdão é nulo e o sacrifício redentor de Jesus por nós é vão.

Jesus ordenava que as pessoas não voltassem nunca mais a pecar porque sabe que é possível. Ele conhece nossas limitações e não permite que nossa cruz seja maior do que somos capaz de carregar. Se você já pediu perdão várias vezes e sempre voltou as mesmas práticas, é chegado o tempo de dar um basta nessa situação: VOLTE E NÃO PEQUES NUNCA MAIS!

Chega de derramar lágrimas com arrependimento provisório, palavras pra explicar a mesma história e desculpas para as mesmas falhas. Deus espera SANTIDADE dessa geração, um arrependimento definitivo e verdadeiro.

Chegou a hora da revolução em nossa geração e o Pai está contando com cada um de nós, pecadores que tantas vezes falharam, mas agora se levantam com um arrependimento definitivo. É tempo de fazer a diferença como aqueles que perdoados por Jesus, não voltaram as velhas práticas, mas cresceram e influenciaram uma nação.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Intimidade é isso!


"Porque esta mesma noite o anjo de Deus, de quem eu sou, e a quem sirvo, esteve comigo". At 27:23

Cada vez que leio sobre a vida de Paulo, fico mais impressionado. Nessa passagem, eles estavam no meio de uma tempestade e mesmo naquele momento de desespero, o Senhor falou com Paulo e ele pode tranquilizar todos os tripulantes. Paulo era o único naquele barco que conseguia estar tranquilo no meio da tempestade, porque era o único que tinha profunda e verdadeira intimidade com aquele que acalma toda a tempestade.

Nesse versículo Paulo revela três atitudes que faziam dele alguém realmente íntimo de Deus. Um profundo relacionamento com Deus não é construído através de "momentos" de intimidade, encontros de adoração ou qualquer outro ajuntamento, mas através desses três aspectos:


1º O Deus de quem eu sou - Paulo não tinha vergonha de dizer que pertencia a Deus, ele viva uma total dependencia de Deus. Sabia que a vontade de Deus deveria ser maior que sua própria vontade.


2º A quem eu sirvo - Além de entregar toda a sua vida nas mãos de Deus, intimidade também se constrói com trabalho. Servir a Deus, é servir quem ele ama.


3º Que esteve comigo - Somente quando vivemos uma vida de santidade, de total dependência de Deus e servindo a Cristo na igreja e em todo lugar que é possível encontrar-se com Jesus. Mas esse encontro íntimo com o Pai não acontece em ajuntamentos, mas no secreto do seu quarto. Isso sim é intimidade com Deus!!


Quer vencer as tempestades? Quer ser a boca de Deus que consola os cansados e dá direção aos perdidos? Quer ouvir a voz de Deus, mesmo no meio da tribulação? Não tenha momentos de intimidade, mas UMA VIDA DE INTIMIDADE.