segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Super Trunfo

"Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo, e vós, anciãos de Israel". At. 4:8




Nessa passagem Pedro tinha acabado de curar um paralítico a beira do templo e em seguida trazer quase 5000 pessoas pra Jesus. Agora, depois de passar a noite na prisão, estava sendo interrogado pelos principais anciãos e escribas de Jerusalém sobre o que tinha feito. Logo depois dessa passagem, Pedro continua seu discurso com uma sabedoria tão grande que todos se maravilharam e reconheceram que ele andava com Jesus.

Entretanto, nem é preciso ler o restante do texto pra já imaginar que certamente eles iriam envergonhar os escribas, porque Pedro e João estavam CHEIOS DO ESPÍRITO SANTO.

Tenho alguns amigos de onde trabalhei que sempre brincam que quando alguém tem algo que lhe dá mais crédito que os outros, ele possui um super trunfo (como naquele jogo que compara potência de carros, motos e caminhões, onde o imbatível é chamado de super trunfo). Por exemplo, uma vez um grupo de amigos estavam discutindo sobre teorias de marketing e negócios e então um dos participantes da discussão disse que fez Havard (melhor escola de negócios do mundo), ai todos no grupo diziam que ele usou o super trunfo.

Muitas vezes perdemos tempo querendo converter pessoas ao Senhor apenas com palavras, sem que nossas atitudes demonstrem um relacionamento com Jesus e consequentemente, sem que nosso discurso venham cheio da direção do Espírito Santo.

Quando somos cheios do Espírito Santo, ele mesmo fala em nosso lugar e por isso não há sabedoria do mundo que possa se comparar. Além disso, não podemos esquecer que é o Espírito, e somente Ele, que pode convencer alguém do pecado.

Quer ser usado poderosamente por Deus? Quer resgatar vidas ao seu redor? Levar sua família e seus amigos pra Jesus? Quer andar em santidade? SEJA CHEIO DO ESPÍRITO SANTO!!!!

Quando você estiver com o super trunfo na mão, você será imbatível e as portas do inferno não poderão prevalecer diante de você!


Deus abençoe!!!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Nenhuma unha vai ficar no Egito






"E também o vosso gado há de ir conosco, nem uma unha ficará;porque daquele que havemos de tomar para servir ao Senhor, nosso Deus; porque não sabemos com que havemos de servir ao Senhor, até que cheguemos lá". Ex 10:26



Moisés disse essa frase para o Faraó quando negociava a libertação do povo. Ele deixou bem claro que TUDO deveria ir embora com o povo e nada poderia ficar no Egito, porque eram para o louvor do Senhor.

Egito representa um lugar de escravidão, ou seja, um pecado ou uma situação forjada pelo inimigo contra nossas vidas e as palavras de Moisés nos revelam uma promessa da parte de Deus, que nada daquilo que nos foi dado, ficará nas mãos do inimigo.

Estou escrevendo esse post em um momento que acredito ser o pior período já vivido em minha vida. Pelo tempo que fiquei sem postar nada, é possível identificar o quanto me esfriei nos últimos meses e agora, passei a colher o fruto da frieza espiritual, pecado, etc. Tudo ao mesmo tempo, parece que o mundo resolveu cair sobre minha cabeça: problemas familiares, financeiros, insatisfação profissional e agora também sofrendo ataques na área sentimental.

Por um momento, o inimigo conseguiu mostrar um futuro sem soluções, como faraó também fez com Moisés, mas no meio da angústia clamei por socorro a minha cobertura espíritual que orando por mim, me disse esse versículo que me fez levantar e postar aquilo que o Senhor está falando e vai fazer.

O inferno precisa entender que em minha vida e na sua vida, NADA vai permanecer como está e tudo será resgatado para a glória de Deus. Não aceite os ataques sobre sua vida, família, finanças e entenda que se agora você se posicionar em Deus e fechar as brechas, não tem exército ou mar que possa te segurar.

Deus tem para cada um de nós, um futuro de glória, honra, paz e grandes realizações. Não importa o que você esteja passando, tenha a convicção que nenhuma unha vai ficar no Egito.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Jovem Bomba


"Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á". Mt 16:25

Quando analisamos este versículo, encontramos uma profundidade tão grande que chega a ser assustadora e confusa. Para encontrar a vida, é necessário perdê-la e se morro por amor a Jesus, eu a encontro. Confuso não acha??
Na realidade, é necessário entender que Jesus não está falando apenas de uma morte natural, mas morrer para nós mesmos, morrer para nossas vontades.
Faz alguns dias que a frieza de nossa geração tem causado muita dor em meu coração. Somos jovens tão ocupados com nossas próprias necessidades, vontades, "problemas", projetos e redes sociais que esquecemos completamente de Jesus e que encontrar a vida eterna, exige renúncia.
A verdadeira vida não está aqui, mas na eternidade. Quando compreendemos esta verdade, paramos de nos preocupar com nossas vontades, com a opinião dos amigos, etc.
Essa semana assisti um video que o pregador desafiava nós jovens a sermos esquecidos desse mundo e construirmos uma fama no céu.
Aqueles homens radicais que morrem pela causa que defendem em ataques terroristas, só morrem porque acreditam que seu prêmio não está nesta terra. O Senhor procura jovens que como aqueles radicais, perderam o medo de morrer pela causa do evangelho, de morrer para suas vontades e sacrificar tempo, investimento e esforço para que pessoas sejam completamente trasnformadas. Jovens que assim como aqueles extremistas, causam grande impacto em todos que estão ao seu redor.
Deus espera que cada um de nós deixe para trás a preguiça, rebeldia e nosso próprio ego para encaramos uma vida de homem bomba. Não aqueles que matam pessoas, mas capazes de gerar uma verdadeira explosão de glória e avivamento por onde for.
E ai, pronto para o desafio?

segunda-feira, 11 de abril de 2011

PRATIQUE AS PRIMEIRAS OBRAS


"Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres". Ap 2:5

O capítulo dois de Apocalipse começa com uma carta da parte de Deus para a igreja de Éfeso. No início parece que o teor da carta será repleto de elogios, Deus reconhece o trabalho, a paciência e o caráter da igreja, mas no versículo quatro lembra que a única coisa que o Senhor tem contra eles é que perderam o primeiro amor.
A igreja de Éfeso é como nossas igrejas nos dias de hoje, que alcançaram tantas coisas, mas estão perdendo a essência.
Neste versículo o Senhor faz um chamado a todas igrejas: que voltem as primeiras obras, para identificar em que ponto se perderam na própria popularidade. Hoje é muito bacana ser cristão, tudo é fácil e está na moda.
Não estou dizendo que a estratégia adotada pela igreja nos dias de hoje está errada, pelo contrário, sempre gostei desses louvores mais agitados, ritmos envolventes e acredito que é função da igreja se modernizar também. O que não podemos, é nos envolver tanto com as técnicas que levaram a igreja a ser mais "aceita" e esquecer daquele que ensinou que somos bem aventurados se não nos aceitarem por amor a Ele.
Na semana passada, visitei uma igreja Batista mais tradicional em Campinas e como cresci em uma igreja dessas mais agitadas, achei que não gostaria nada daquele estilo. Imaginei que tudo naquele lugar seria frio e sem intensidade.
Fui surpreendido por uma presença muito forte de Deus. Ele me falou a respeito da igreja em nossa nação, é tempo da igreja voltar ao princípio para identificar onde errou, ainda que para isso seja necessário voltar aos costumes das primeiras igrejas ou voltar a ser pequena e pouco reconhecida.
É tempo de praticar as primeiras obras e não estou falando de estilo, porque certamente o fato de Deus manifestar-se tão forte naquele lugar não é o fato dela ser tradicional. Pertenço a uma igreja com estilos completamente diferentes e Deus move de forma sobrenatural também.
Não importa se a igreja é pentecostal ou tradicional, grande ou pequena, mas é tempo de examinar-se, identificar se ao longo do caminho não perdemos a essência do primeiro amor e voltar.
Essa palavra não é apenas para a igreja, é para cada um de nós. Lembra de onde caíste, volta e pratique as primeiras obras!